fbpx
(062) 3414-7861                     Av. Deputado Jamel Cecilio, 3455 - Sala 406 - Qd.09 Lt.2E - Jardim Goiás – Goiânia/GO contato@grupoanexo.ind.br

Um fato é que as pessoas vão começar a rejeitar produtos de empresas que não sejam ambientalmente corretas. Sendo assim, a ESG tornou-se uma forma de referir à empresas e entidades que estão fazendo para serem socialmente responsáveis, ambientalmente sustentáveis e administrada de forma correta e ética.
Tornou-se sinônimo de responsabilidade socioambiental, de credibilidade e de reputação.

Mas o que significa?

A sigla vem do inglês e significa Environmental (ambiental), Social (social) , Governance (governança).

Environmental: Refere-se a práticas ambientalmente sustentáveis. Entram nesse tema o aquecimento global, a emissão de gases poluentes, poluição da água e do ar, desmatamento, gestão de resíduos, eficiência energética e etc.

Social: Refere-se a temas de direitos humanos e leis trabalhistas, segurança do trabalho, igualdade salarial e de gênero, inclusão da diversidade e acessibilidade, proteção de dados e privacidade, etc.

Governance: Refere-se a práticas anticorrupção, criação de canais de casos de discriminação, assédio e corrupção, o respeito aos direitos dos consumidores, está inteiramente ligada aos outros dois termos: Social e Envionmental.

Sua origem

A primeira vez do uso do termo foi feito em um relatório do Pacto Global, uma das ramificações da ONU, em 2004, que tinha (ainda tem) como objetivo incentivar as empresas a adotar medidas de direitos humanos e de trabalho, medidas de sustentabilidade entre outros. Também no mesmo período, foi analisado que pode ser uma forma de avaliar uma empresa financeiramente. O termo sustentabilidade, tem sido substituído pela sigla em pesquisas, relatórios e no meio corporativo. Tornou-se sinônimo de responsabilidade socioambiental, de credibilidade e de reputação. Tratando-se então, de sustentabilidade empresarial.

Indústria Sustentável

Podemos dizer que, para a competitividade do mercado, as indústrias e empresas devem se voltar para esses três aspectos. Pois é um fato que as pessoas vão começar a rejeitar produtos de empresas que não sejam ambientalmente corretas.
Pensando nisso, várias empresas já estão colocando em ação essas boas práticas, entre todas presentes no brasil, vamos citar a Mercedes-Benz e a General Motors como exemplo. A GM tem mudado suas fábricas, reinventado o modo de produção, pintura e muito mais.

O presidente da Stellantis na América Latina, Antonio, disse que: “descarbonizar também ajuda as empresas a reduzir custos.”

“Uma empresa que está em conformidade com práticas ESG entende quais são seus impactos negativos e positivos na sociedade e consegue agir sobre eles. É necessário minimizar os negativos e potencializar os positivos, assim como equacionar os prejuízos já provocados.”

Ranking Best For The World

O Ranking “Best For The World” reconhece as empresas do mundo que colocam em prática as ações da ESG. Segundo a Forbes “O ranking leva em consideração cinco critérios: comunidade, clientes, meio ambiente, governança e trabalhadores. A lista final reúne os nomes que estão entre os 5% de notas mais altas em cada uma das categorias, divididas também em faixas de porte das empresas.”

Veja as representantes brasileiras no Ranking 2021:

  • Meio ambiente

Arueira Ambiental

Boomera

Bresco Gestão e Consultoria

Combio Energia

Fazenda da Toca Orgânicos

Movin

Natura

NewInc Construtora

Okena

Recicladora Urbana

Retalhar

Selletiva

Sunew Filmes Fotovoltaicos Impressos

YouGreen

  • Comunidade

Editora MOL

Grupo GAIA

Movimento #EUVISTOOBEM

Papel Semente

Tobasa Bioindustrial de Babaçu

  • Clientes

4YOU2 Idiomas

Criando Consultoria

MAGIKJC Empreendimentos Imobiliários

MGov

MOV Investimentos

Raízes Desenvolvimento Sustentável

Suindara Radar e Rede

The Key – Prosperar na Nova Economia

Welight

Yunus Negócios Sociais Brasil

  • Trabalhadores

Blockforce

Carambola Tecnologia

FAMA Investimentos

Plongé

Tawil Comunicação

Wongtschowski & Zanotta Advogados

YouGreen

  • Governança

Avante

Din4mo

PRAGMA

Wright Capital Gestão de Recursos